Olá! Hoje eu finalmente escrevo um post sobre Miraculous! Trata-se de uma produção nipo-franco-coreana, criada pelo ilustre Thomas Astruc (cujo twitter vale a pena visitar, vista a enorme quantidade de ilustrações e cosplays que os fãs mandam: tire os espaços para acessar @ Thomas _ Astruc), que conta a história de dois jovens pré-adolescentes que não estão muito satisfeitos com o andamento de suas vidas. Mas tudo muda completamente quando misteriosas jóias aparecem em suas vidas.


Marinette é uma estilista amadora, mas muito talentosa que está sempre tropeçando em degraus e às vezes até em superfícies completamente planas. Sempre foi meio azarada e por isso, nunca teve muita auto-confiança. Sempre foi muito amada pelos pais, que são donos de uma padaria muito prestigiada. Gente, os pais dela têm uma padaria! Sabe o que é poder comer croissant e pão de queijo quentinho a hora que quiser? Eles até dão uma caixa de macarons pra ela levar no primeiro dia de aula! Nesse mesmo dia, ela encontra uma caixinha com um par de brincos na escrivaninha de seu quarto, que a transformam em Ladybug! Mas quem terá deixado os brincos lá?

Adrien é o filho de um famoso estilista e sempre foi superprotegido, mas negligenciado pelo pai desde o ainda não explicado desaparecimento da sua mãe. Ele sempre teve aulas particulares em casa, e está sempre  trabalhando como modelo para o pai e por conta disso, nunca teve muitos amigos, isso até se rebelar e fugir para ir à escola (sério, veja o desespero do garoto! Fugir de casa pra ir à escola! Isso é um grito de socorro, minha gente!) e se tornar Chat Noir, depois de encontrar em seu quarto uma caixinha com um anel dentro. Sim, eu escrevo Chat Noir e não Cat Noir, pela simples razão de que é uma história que se passa na França e não vejo razão para tirar o charme do nome francês de um personagem. E não, eu não pretendo chamá-lo de Cat Noir.

Marinette e Adrien não sabem das identidades civis um do outro, o que gera muita aflição pra quem assiste, já que Marinette tem uma queda por Adrien e ele é apaixonado pela Ladybug. Estamos torcendo pela felicidade do casal!

De dentro de cada jóia, os Miraculous, saem os Kwamis, duas criaturinhas mágicas muito fofas que ensinam a dupla a usar seus novos poderes. São Plagg, do anel do Chat Noir e Tikki, dos brincos da Ladybug. Como conselheiros dos protagonistas, essas duas criaturinhas fofas têm muito trabalho!

Infelizmente, apesar de ter se passado uma temporada com 26 episódios, ainda não sabemos muito sobre os Kwamis ou mesmo sobre os Miraculous, o que deixou os fãs da série muito ansiosos pela segunda temporada, já confirmada, mas sem previsão de estréia no Brasil. Mas pelo menos sabemos que Plagg gosta muito de queijo camembert e Tikki de cookies com gotas de chocolate!


Mas o que são super heróis sem um vilão para combater? Papillon (ou Hawk Moth) é o portador de um outro Miraculous, que permite que ele controle borboletas, as quais chama de Akumas. Apesar de já ter se passado uma temporada, tudo o que se sabe é que ele está atrás dos Miraculous de Ladybug e do Chat Noir, pois quem tiver posse de ambos, consegue o poder da criação e da destruição.

O que é que tu quer, meu filho?

Eu quero os Miraculous da Ladybug e do Chat Noir!
E você? Já conhecia essa série? O que achou? Se interessou? Veja no Gloob às 16:30, as 20:00 e às 23:00!

Assista à série no Gloob! Estamos te esperando!

Categorias:

Oi, meu nome é Bárbara e estou ouvindo Supercombo há mais de 4 horas. Sem parar.

Fácil de falar, difícil fazer.
- Um dos milhões de quotes possíveis das musicas do Supercombo
Querido amigo, você aí que vive reclamando que música brasileira é uma grande M. Você que diz que o rock brasileiro é uma grandessíssima B. Você que insiste em dizer isso tudo baseado em seus gostos pessoais, que na minha opinião devem ser uma grande bola de porcaria. Você que acha que rock é só aquelas velharias que saíram em vinil 100 anos atrás, discos estes que neste momento estão pegando a vigésima quinta camada de pó no porão dos seus avós. Você precisa de duas coisas:

1. Abrir essa cachola aí, que tá precisando, colega.

2. Ouvir Supercombo!


No ano passado eles participaram do reality Superstar, que foi onde eu ouvi falar deles pela primeira vez, mas a banda existe desde 2007.

Mas só parei para ouvir as musicas deles agora. E deu no que deu né? Umas 4 horas seguidas ouvindo supercombo.

O motivo? As músicas super-relacionáveis da banda. É aquela coisa: a música conversa com você em um nível que é necessário que você escute umas 30 vezes seguidas, com lágrimas nos olhos enquanto canta o refrão a plenos pulmões, sabe?

É assim com as músicas do supercombo. Sem falar que dá vontade de passar horas no photoshop fazendo arte com quotes das músicas, colocá-las em uma camiseta e sair desfilando por aí com letras do supercombo na sua roupa.


Você precisa ouvir: Piloto Automático, Amianto, Surrendo (com a Far From Alaska - melhor letra!).




Coluna da Babs

Barbara, alguns anos aí, gosta muito de ler e de ver séries. Vive no mundo das fanfics.
Escreve essa coluna para dar voz à sua mente, e dar dicas de coisas maneiras pra você. Sem periodicidade, essa coluna pode aparecer a qualquer momento.